Paramitta

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Cinco benefícios da atividade física no frio

O único cuidado que se deve ter ao treinar no frio é levar um agasalho: o exercício pode deixar nosso sistema imunológico “em baixa”, uma vez que nosso corpo requer todos os estoques do organismo para recuperar músculos, tendões e ligamentos que usamos durante a prática da atividade.

Grande parte das pessoas usa o clima como fator determinante na hora de treinar. Muitos preferem o calor, porque se sentem mais dispostos, e dão a desculpa “está muito frio”: para não realizarem seus treinos.

 

Mas isso pode e precisa mudar! Até porque o treino, seja lá qual for, não pode ser quebrado por conta do clima, a não ser que você não esteja esperando resultados.
O treinamento no frio tem muitos benefícios para diversos objetivos, como:

 

Queimar mais calorias:no frio, o corpo precisa de mais calorias para se aquecer, o que aumenta o gasto energético. É por isso, temos mais vontade de comer gordura nessa época. Logo, os exercícios podem ajudá-lo a manter o equilíbrio entre peso e alimentação!

Evita problemas respiratórios:quem é assombrado pelas “ites” como rinite, sinusite etc. deveria treinar mais, pois o corpo fica mais tempo aquecido, o que evita o acúmulo de secreções na face e pulmões.

Combate mau humor e depressão:a prática de atividades físicas estimula a liberação de endorfinas, o que causa sensação de prazer, ajudando no humor e combatendo a depressão dos dias mais frios.

Equilibra o sono: pesquisas indicam que pessoas que praticam 15 horas ou mais de exercícios físicos semanais dormem melhor e ficam mais alertas durante o dia. Mas cuidado: atividades até duas horas antes de dormir podem dificultar a chegada do sono, por conta dos níveis elevados de adrenalina.

Além de tudo isso, treinar no frio é mais agradável: não transpiramos tanto, as academias costumam estar mais calmas, e o professor pode dar mais atenção a você.

Um cuidado que devemos ter ao treinar no frio é levar um agasalho. Até parece preocupação de mãe, mas ela tem fundamento: o exercício pode deixar nosso sistema imunológico “em baixa”, uma vez que nosso corpo requer todos os estoques do organismo para recuperar músculos, tendões e ligamentos que usamos durante a prática da atividade.
Então, mesmo se der calor, evite tirar a blusa e sair, depois do treino, naquele tempo frio!

E não esqueça de se hidratar. Você pode achar que não está suando no frio, mas seu corpo continua perdendo água.

Lembre-se: é no inverno que preparamos nossos corpos para o verão!

Por Juzz Ravasio – Educadora Física (CREF nº 065511-G/SP) especialista em Personal Training e Fisiologia do Exercício pela FEFISA.